Cultura

Falar da cultura de um povo é falar das suas memórias, isto é do seu passado, mas simultaneamente das suas vivências presentes e da forma como as mesmas se projectam no futuro.

A vida cultural em Castro Verde está repleta de tradições que se espelham nos hábitos e costumes, na gastronomia, no artesanato, no cante e no falar. O movimento associativo é muito rico e está, na maior parte dos casos, ligado à preservação das tradições. Existem, no entanto, outras colectividades e associações que centram a sua actividade em diferentes formas de arte, como a pintura ou a música e outras que têm como objectivo central o desporto e as actividades ao ar livre.

As Autarquias Locais, após o 25 de Abril têm dedicado um papel de grande destaque à Cultura, e Castro Verde é um bom exemplo a esse nível. A conservação  de equipamentos na União de Freguesias de Castro Verde e Casével bem como a organização regular de iniciativas culturais – Quinzena Cultural, Primavera no Campo Branco, Planície Mediterrânica, Encontros de Castro, Castro Sénior, Concursos de Mastros Populares – são um bom exemplo do sucesso da nossa política cultural.

Considerando a educação como um dos principais pilares da cultura de um povo, há que realçar o elevado número de estudantes que concluem com sucesso os seus estudos nas Escolas do Concelho, alunos estes que têm hipóteses de complementar a sua formação escolar com a aprendizagem da música ou com a prática de uma das muitas modalidades desportivas a que têm acesso na nossa terra.